Etiqueta do carregador de formulários
AEB BIOQUÍMICA LATINO AMERICANA S.A.
Directions and map

Derivados de madeira

Graças à longa experiência adquirida no uso de fragmentos de madeiras, acompanhada por um rigoroso programa de investigação, selecionámos uma ampla gama de derivados de madeiras de alto prestígio provenientes de zonas produtivas mais apropriadas. Cada produto, através da combinação de diversos fatores como origem da madeira e nível de tostadura, permite dar resposta às diferentes exigências sensoriais e proporcionar ao vinho melhorias no perfil organolético e aromático.

Filtrar por

Tudo
ALTERNATIVOAK
BOISÉLEVAGE

DERIVADOS DE MADEIRAS: PRODUTOS ALTERNATIVOS ESTUDADOS PARA O AFINAMENTO DO VINHO

 

O uso da madeira na produção de vinhos tem longa tradição: passou da mera função de recipiente/depósito para ser um verdadeiro e ideal instrumento para afinar e caracterizar os vinhos. Com o tempo, o crescente aumento dos conhecimentos enológicos e analíticos tem permitido estudar detalhadamente os mecanismos de ação entre madeira e oxigénio e as suas interações sobre as substâncias polifenólica. Tudo isto evidenciou a importância das diferentes zonas de origem do carvalho, a idade da planta, o tipo de tostadura e como estas características influenciam de modo marcado o vinho tratado. As tecnologias de produção do vinho e as exigências dos consumidores a nível mundial têm evidenciado que a tostadura da madeira é um dos aspetos mais importantes pois influencia diretamente o gosto graças aos compostos odorosos e gustativos libertados durante o afinamento. O uso dos chips (aparas/estilhas), staves e outros derivados da madeira começou a ser difundido nos anos 1980 e tem demonstrado claramente o impacto positivo nos vinhos tratados.

 

CHIPS (APARAS), STAVES, CUBOS E OUTROS DERIVADOS PARA A VINIFICAÇÃO

 

A nossa empresa, que há anos opera no sector vitivinícola, acumulou uma vasta experiência em países não europeus onde a utilização dos fragmentos (aparas) de madeira foi introduzida há várias décadas. Com base nos conhecimentos adquiridos selecionámos uma ampla linha de derivados de madeira de alta gama provenientes das zonas mais vocacionadas para a produção de madeiras para o vinho.

 

Nos produtos da linha Boisélevage, estão disponíveis chips (aparas) para enologia em diferentes versões. Consoante as necessidades produtivas, disponibilizamos chips (aparas), cubos e staves (aduelas) obtidos de carvalho de diferentes origens (Quercus petraea, Quercus robur e Quercus alba) e selecionados nas zonas mais vocacionadas para a produção do carvalho (Eslavónia, Hungria, Croácia, França e Ohio). Os derivados de madeira Boisélevage são tostados através de um sistema a torrefação, ou seja, batch único. O método, reconhecido como sendo um dos melhores, faz com que a tostadura penetre até ao cerne dos fragmentos lenhosos de modo a proporcionar cessões/passagens mais homogéneas. Há a possibilidade de escolher entre diferentes níveis de secagem e tostadura, ou seja, o produtor pode escolher o grau de caracterização mais adequado para o seu vinho.

 

Ao utilizar os derivados de madeira da AEB, o bouquet aromático dos vinhos ficará realçado, enriquecendo seu leque de aromas com notas boisée, de coco, baunilha e especiarias, consoante o grau de tostadura escolhido. Na gama está contemplada também a linha AlternativOAK que inclui: chips/aparas Small e Large, cubos, stick, staves (aduelas) e mini staves. Oferece um sortido completo das melhores madeiras americanas para o afinamento do vinho, obtido através do processo denominado “slow roasting”, que assegura um nível de tostadura uniforme e coerente na cor. Por fim, graças à presença de múltiplas variantes de carvalho de alta qualidade, a linha AlternativOAK consegue dar resposta a qualquer necessidade.